Passeios

Visita Guiada às Galerias Romanas da Rua da Prata

10 de Abril de 2017

Duas vezes por ano, normalmente em abril e setembro, as Galerias Romanas da Rua da Prata são abertas para visitação. Nessa altura, a água é retirada pelos bombeiros (elas ficam inundadas durante o resto dos dias) e recebem cerca de 3 mil pessoas nos três dias que ficam disponíveis ao público.

Descobertas em 1771, durante a reconstrução de Lisboa após o terremoto de 1755,  as galerias formam uma uma grande plataforma nivelada, sobre a qual terão sido construídos diversos edifícios, como suporte para fazer face à pouca consistência dos solos nesta região. Atualmente, a estrutura que hoje resta teria sido primitivamente um vasto complexo de galerias do qual não se conhece a dimensão total. A construção é estimada entre os séculos I a.C. e I d.C. Desde águas milagrosas a ligação com o Rio Tejo, já foram objeto de várias teorias sobre o que seriam e para que serviriam.

Quem espera encontrar monumentos pode se decepcionar, entretanto, o ponto alto da visita é entrar mesmo pela rua movimentada e lá dentro ver toda a estrutura criada na antiguidade.

➸ As visitas são organizadas pelo Museu de Lisboa, que anuncia as datas com antecedência para que os interessados se inscrevam. Acredite, as vagas acabam muito rápido! Pagamos 2€ por pessoa.

➸ Vá de tênis ou galochas, pois lá embaixo há água e umidade, além do relevo irregular.
Galerias Romanas

O ponto de encontro é na esquina da Rua da Conceição com a Rua dos Correeiros, em frente ao número 77, na Baixa.

Galerias Romanas

Galerias Romanas

Galerias Romanas

Galerias Romanas

Galerias Romanas

Galerias Romanas

Fotos: O Inverso de Cabral