Compras

Saldos! Saldos! Vamos às compras, mas antes, algumas dicas

3 de Janeiro de 2018

Em algumas épocas do ano, o comércio entra em “saldos”, oferecendo preços bastante atrativos. A exemplo do que acontece no Brasil, o ano é divido em períodos de promoções, de acordo com a sazonalidade dos produtos oferecidos. Vamos ao calendário do consumo:

Janeiro e Fevereiro – Saldos em todo o país

Janeiro e fevereiro são meses de saldos em todo o país. As lojas colocam a grande maioria dos seus produtos a preços muito mais em conta.

Abril – Saldos em tecnologia

Por algum motivo desconhecido, abril é o mês da tecnologia, quando as grandes cadeias de lojas especializadas fazem promoções que permitem uma poupança significativa na aquisição destes produtos.

Agosto e Setembro – Saldos fim de verão e início do ano letivo

Em agosto, muitas lojas fazem promoções para “queimar” os estoques das coleções de verão que devem dar lugar às novidades. É um boa época de compras para Brasileiros (por conta, claro, do clima). Em setembro, com o início das aulas, é tempo de promoções em quase todo tipo de material escolar.

Novembro – Black Friday

Portugal também já adotou a Black Friday, que ocorre na última sexta feira do mês. Neste dia, a maior parte das lojas faz promoções e descontos que podem chegar aos 75% (embora seja muito importante que o comprador analise bem as promoções. Veja como se proteger nas linhas abaixo).

Dezembro – Promoções e saldos de natal

Até dia 25 de dezembro, aparecem (acredite) diversas promoções de natal em quase todas as lojas. Entretanto, depois da chegada do “Pai Natal”, as promoções ficam mais atrativas.

Cuidado com uma pegadinha: algumas lojas anunciam o desconto com base no preço já reduzido, o que, claro, aumenta o percentual do abatimento. Por exemplo, para um casaco que custava 150€, vendido em promoção por 100€, anuncia-se um desconto de 50%.

Alem disso, todas as semanas, lojas físicas e on line divulgam promoções com descontos que podem chegar aos 70% (!). Normalmente, os preços reduzidos ganham destaque ao lado dos anteriores, bem mais altos. Será? A DECO – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor desenvolveu uma ferramenta on line pela qual o interessado pode verificar se os preços, antes do desconto, eram mesmo os anunciados, desde quando foram praticados e mesmo se, algum dia, existiram. Para tanto, deve ir ao site da DECO, clicar no botão “comparar preços” (fica na parte de baixo da página principal. Pode clicar aqui), copiar no link do produto na loja e colar no espaço “pesquisar pelo url“. Pode, também, pesquisar por loja e produto. O site dá sinal verde (foto) ou vermelho para a promoção e ainda exibe um gráfico com a variação do preço do produto anunciado nos últimos trinta dias.

Fotos: O Inverso de Cabral.