Receitas

Pataniscas de Bacalhau com Arroz de Tomate

19 de Abril de 2018

Hoje é dia de compartilhar uma receita portuguesa tradicionalíssima: as pataniscas de bacalhau com arroz de tomate. Mãos a obra:

Para as pataniscas:

  • 175g de farinha de trigo
  • 450 ml de água (gasosa, ou cerveja ou mesmo a água da cozedura do bacalhau)
  • 2 ovos
  • sal fino
  • 500 g de bacalhau cozido e desfiado
  • 1 cebola picada
  • salsa

Vamos por partes.

Primeiro tratamos do que chamamos de polme. É uma mistura de ovos, farinha e água ou cerveja. Faz-se assim: com um fuê mistura a farinha aos ovos (a dica é bater levemente os ovos e ir adicionando a farinha). Depois de acrescentada toda, adicionar a água ou cerveja, também aos poucos e sempre mexendo. Detalhe: com cerveja ou água gasosa, a polme (e as pataniscas) ficam mais leves; com a água da cozedura do bacalhau, fica com mais sabor, porém mais pesadas. A massa deve ficar espessa e talvez não seja necessário adicionar toda a água. Ou seja, cuide para que não fique aguada.

Mistura da patanisca

Para as pataniscas, coza o bacalhau em água durante 10 minutos. Deixe esfriar, retire a pele e desfie. Envolva-o à polme juntamente com a cebola picada e salsa. Fritar em pouco óleo a, aproximadamente, 170ºc. Com uma colher de sopa, ponha com delicadeza e cuidado (com óleo quente não se brinca) a mistura no óleo; quando ganhar uma cor, vire. Dica, não ponha muito óleo para que elas não fiquem espessas (grossas). Queremos que elas se espalhem pela frigideira. Cada colher de mistura faz uma patanisca.

Para o arroz de tomate (as medidas são as do arroz do dia dia).

  • Arroz agulha
  • Cebola bem picadinha
  • 1 folha de louro
  • Alho
  • 4 tomates pequenos bem maduros, sem pele e sementes.

Para tirar a pele dos tomates basta fazer dois cortes em cruz numa extremidade, colocá-los em água fervendo e, assim que a pela começar a abrir, tirá-los e pô-los em água gelada. Dica: a água deve estar mesmo fervendo. A ideia é dar um choque térmico. Depois, é o processo normal do arroz que conhecemos. Colocar um uma panela no fogo com o azeite, deixar aquecer e, em seguida, juntar a cebola, o alho e a folha de louro. Deixar refogar até que a cebola fique translúcida. Depois, adicionar os tomates cortados em pedaços pequenos e envolvê-los no refogado. Deixe apurar por cerca de um ou dois minutos. Junte o arroz e mexa. Depois, ponha a água, tempere com um pouco de sal, mexa de novo, e deixe o arroz cozer lentamente, mexendo ocasionalmente. Para servir, a dica é não deixar esfriar e polvilhar com os coentros.

No nosso instagram (@oinversodecabral) salvamos a preparação nos highlights dos stories. É só clicar em Receitas 😉

Fotos: O Inverso de Cabral.