Pastelaria e outras delícias

Pastel de Belém X Pastel de Nata

23 de Março de 2017

Não tem como não falar dessa maravilha!
Vamos então aos mitos e verdades! Pastel de Belém e pastel de nata são a mesma coisa? No sentido amplo, sim!
Quando cheguei em Lisboa fui a uma pastelaria (aí no Brasil seria um conceito próximo as nossas lanchonetes) e quando pedi pastel de Belém recebi a seguinte lição: pastel de Belém só na fábrica de Belém, aqui temos pasteis de nata!
Quando digo que são a mesma coisa em sentido amplo é porque há sim diferença entre os lugares. A massa, o recheio, se são servidos quentinhos ou não, tudo isso influencia.
Por isso, fizemos uma relação dos nossos quatro “pasteis do coração” aqui em Lisboa.

Começamos pelo mais famoso, os tradicionalíssimos Pasteis Belém! Sem dúvida, os mais famosos e crocantes, na nossa opinião. Sempre servidos quentinhos!

Pasteis de Belem

Pasteis de Belem

Não se assuste com a fila na porta, ela é para quem quer comprar e levar, lá dentro o salão é enorme e tem capacidade de 400 lugares. Polvilhe canela e açúcar e saboreie!

Pasteis de Belem

Pasteis de Belém

A Manteigaria é relativamente nova no pedaço, tem uma portinha charmosa na Praça Luís de Camões, no Chiado e outra loja no Mercado da Ribeira. Assim como em Belém, é possível ver a fabricação dos pasteis pelo vidro onde o pessoal fica trabalhando. Também são servidos quentinhos, existe até o sino que é tocado na porta toda vez que sai uma fornada.

Pastel de Nata, Manteigaria

O café e restaurante Martinho da Arcada existe desde 1782 e tinha como cliente ilustre o Fernando Pessoa. Fica na Praça do Comércio e recentemente ficamos sabendo dos pasteis de nata de lá. Achamos bem saboros, a única resalva é que não comemos quentinho, mas a qualidade não deixa a desejar!

Pastel de Nata, Martinho da Arcada

Pastel de Nata, Martinho da Arcada

A Pastelaria Aloma também é tradicional na arte da fabricação dos pasteis de nata. Possui vários endereços em Lisboa. Também são saborosos, entretanto, não conseguimos comê-los quentinhos, o que faz toda a diferença!

Pastel de nata, Pastelaria Aloma

Pastel de Nata, Pastelaria Aloma

Fotos: O Inverso de Cabral

Depois desse post acho que a melhor opção é provar todos eles e eleger o seu “pastel do coração”!

 

  • Carolina Ro23 de Março de 2017 às 17:53

    Eu comi os Pasteis de Belém, mas eu amei loucamente um pastel de nata que comi no aeroporto de Lisboa.
    Óbvio que não vou lembrar o nome do lugar.
    bjs

    • Renata Nogueira23 de Março de 2017 às 18:33

      Carol, deve ter sido o da Aloma, pois eles tem loja lá! Beijos!!

  • Virginia Ferraro10 de Abril de 2017 às 19:50

    Sem dúvida, quentinho faz toda a diferença. Salivei aqui. Tô adorando o blog.

    • Renata Nogueira10 de Abril de 2017 às 20:12

      Não é?! Obrigada! Bjs!