Transporte

Os elétricos

2 de Abril de 2018

O 28 é sem dúvida o mais famoso pelo percurso que faz, que vai do Martim Moniz até Prazeres no Campo de Ourique. Por ser o mais famoso, tem filas homéricas e na maioria das vezes é lotado, portanto, se você não está disposto, fique tranquilo, Lisboa tem vários elétricos e você poderá matar a vontade de andar em um, mesmo que não seja no emblemático 28.

São 5 linhas que ligam pontos interessantes da cidade. O 12 te leva de Martim Moniz a Alfama, com paragem no Miradouro Portas do Sol (falamos dele aqui). O 15 vai da Praça da Figueira até Belém, ideal para quem quer visitar o Mosteiro dos Jerónimos (fizemos esse post sobre ele). Para quem quer ir a Alcântara, na LX Factory ou no Palácio Nacional da Ajuda (veja mais aqui e aqui) é só pegar o 18 que parte do Cais do Sodré. Para chegar em Campo de Ourique tem também a opção do 25 que parte da Praça da Figueira. Muitos passam por Santos, bairro super charmoso do qual já falamos nesse post.

Update: No dia 24 de abril, a linha 24 E, que liga o Campolide à Praça Luis de Camões (passando pela Rua das Amoreiras, Jardim das Amoreiras, Rato, Rua da Escola Politécnica, Príncipe Real, Ascensor da Glória e Largo Trindade Coelho) voltou a circular depois de 23 anos desativado. Sendo assim, Lisboa passa a ter seis linhas de elétrico 😉 (atualizado em 20/05/18).

➸ Para saber os percursos completos de cada um e horários (o 18 e 25 não funcionam aos sábados, domingos e feriados) clique aqui.

➸ Cada viagem custa 2,90€ se pagar a bordo, caso tenha o cartão carregado no modo zapping custa 1,30€ (falamos sobre o cartão de transporte ideal nesse post).

Elétricos de Lisboa

Foto: O Inverso de Cabral