Mercados

Mercado de Alvalade

4 de Janeiro de 2018

“Que maravilha de robalo, olhe para esta cor.

Mas que bom aspeto. Disto não se vê no supermercado.”

Em meio a tantos mercados que mudaram o conceito e acabaram por se tornar grandes centros de gastronomia, o Mercado de Alvalade prova que a tradição ainda vive. E, dentro dessa proposta, é o melhor da cidade. Aqui, encontram-se inúmeras bancas de pescado fresco e mariscos congelados a granel, legumes, frutas, carne, uma padaria, uma charcutaria, além de especiarias, temperos e ervas aromáticas. As bancas aceitam pagamento em dinheiro ou cartão de crédito/débito português.

Quem compra pode não imaginar, mas trabalhar no mercado exige sacrifício. A responsável por uma das inúmeras bancas de peixe nos contou que, para que tudo esteja pronto no horário de abertura, acorda à meia noite para ir até o MARL – Mercado de Abastecimento da Região de Lisboa, onde dorme dentro do carro até às 06:00h. Tudo para que o cliente compre o peixe, o receba limpo e “arranjado” de acordo com a forma de preparo e, não raramente, ainda seja brindado com uma receita.

A qualidade dos produtos vendidos no Mercado de Alvalade é atestado por chefs portugueses importantes. A ACPP –  Associação de Cozinheiros Profissionais de Portugal ministra aqui aulas sobre a verificação da qualidade de alimentos frescos.

Os preços são ligeiramente mais altos que os praticados em supermercado, mas a qualidade dos ingredientes é compensada com folga. Há, também um espaço interno para lazer das crianças.

Como opção para quem quiser algo mais industrial, o mercado divide espaço com uma loja da rede alemã LIDL.

Há também “frescos no prato“. Na área externa, o Mercado conta com uma sorveteria, um café/pastelaria, uma pizzaria, além de um ótimo restaurante nos fundos (entrada pela Rua José Duro) e uma das melhores cervejarias da cidade, a Sem Palavras (essa, imperdível).

Aberto de segunda a sexta-feira, das 7h00 às 15h00; sábado, das 7h00 às 18h00. Nos dias de semana é bem tranquilo. Aos sábados, lotado. Entradas pela Avenida do Rio de Janeiro, 1700 – 330 Lisboa (principal) e pela Rua José Duro 26D (mapa), autocarros (ónibus) 717, 735, 744, 755, 767 ou metro Linha Verde, estação Alvalade.