Onde ficar

Lisboa por áreas: Cais do Sodré e Santos

2 de agosto de 2017

Hoje, vamos falar de bairros lugares aqui em Lisboa, ideais para quem quem ficar perto do agito: Cais do Sodré e Santos. Ficam ambos à margem do Tejo ou, como se diz por aqui, na ribeira, parte da cidade que vem passando por uma intensa renovação, visível desde o Parque das Nações até Belém.

Cais do Sodré: “… madrugada ao baile no Cais do Sodré…”. É onde acontece o burburinho da vida noturna e onde, certamente, mais se estica! Além disso, possui localização estratégica, pois fica perto da Baixa, do Chiado e da estação de metrô e comboio/trem, sendo assim, ir a Cascais fica fácil! Existem muitas ofertas de hotéis na região e também muitas opções de restaurantes e bares. Algum desconforto pode ficar por conta das decorrências de todo esse agito (barulho e os inconvenientes do álcool).

Onde ficar em Lisboa? Cais do Sodré

O Tejo, ideal para passear no fim de tarde e ver o pôr do sol. Pro lado esquerdo, fica a Praça do Comércio.

O Mercado da Ribeira (falamos dele aqui) é mesmo ali, ótima opção para almoçar ou jantar.

Para quem procura mais animação, a Pink Street está bem pertinho e é diversão garantida (tem post sobre ela aqui).

Santos-o-velho: andando do Cais do Sodré sentido Belém, chega-se ao tradicional bairro de Santos, muito conhecido por abrigar os designers e artistas portugueses. Além disso, a vida noturna por lá também é agitada, mas nada comparável ao vizinho acima. Santos é cult. São inúmeros cafés, bares e restaurantes com decoração super criativa convivendo com tradição e muita história. O transporte público não é tão farto. O acesso principal se dá por autocarro ou por comboio (o mesmo que vai para Cascais. É, aliás, a primeira parada). Para além disso, a estrutura do bairro é ótima e o qualifica como uma boa opção de estada.

O teatro A Barraca

Teatro A Barraca

Igreja de Santos-o-Velho, edificada em 1147, dedicada aos Santos Mártires de Lisboa Veríssimo, Máxima e Júlia.

A Rua das Janelas Verdes é uma das principais.

Ela dá acesso ao Museu Nacional de Arte Antiga, um dos mais legais da cidade.

Em frente a ele, tem o Jardim 9 de abril, que oferece uma linda visão da Ponte 25 de Abril e do Cristo Rei.

Fotos: O Inverso de Cabral