Passeios

Fundação Saramago

29 de Maio de 2018

Para os fãs de José Saramago (eu!) ou para quem quer conhecer um pouco mais sobre o escritor, um passeio bem interessante em Lisboa é a Fundação José Saramago. Ela ocupa a charmosa Casa dos Bicos, localizada no recém remodelado Campo das Cebolas (pertinho da Praça do Comércio).

➸ Rua dos Bacalhoeiros, 10 – Campo das Cebolas (mapa). Funciona de segunda a sábado das 10:00 às 18:00 horas. Os bilhetes de entrada custam 3€.

Fundação José Saramago. Casa dos Bicos.

Fundação José Saramago. Casa dos Bicos.

Visão do Campo das Cebolas. O nome é devido a uma feira que funcionava no local no século XV. A área foi usada como parque de estacionamento até a remodelação, concluída este ano.

Em frente a Fundação foi plantada uma oliveira de Azinhaga, terra natal do escritor, onde foram depositadas suas cinzas. A frase “Mas não subiu para as estrelas se à terra pertencia” é do Livro Memorial do Convento (uma das obras mais lindas <3)

Fundação José Saramago. Casa dos Bicos.

Fundação José Saramago. Casa dos Bicos.

Logo na entrada a escada tem várias frases de Saramago, retiradas de obras diversas

Fundação José Saramago. Casa dos Bicos.

Fundação José Saramago. Casa dos Bicos.

Fundação José Saramago. Casa dos Bicos.

O acervo é bem interessante e reúne manuscritos, anotações, documentos e as diversas capas pelo mundo das obras do escritor. Além disso há também entrevistas que são exibidas nos monitores.

Fundação José Saramago. Casa dos Bicos.

Fundação José Saramago. Casa dos Bicos.

Fundação José Saramago. Casa dos Bicos.

José Saramago recebeu o Prêmio Nobel de Literatura em 1998.

Fundação José Saramago. Casa dos Bicos.

Ensaio sobre a Cegueira é uma de suas obras mais famosas. Ela virou filme em 2008, dirigido por Fernando Meirelles.

Fundação José Saramago. Casa dos Bicos.

Fundação José Saramago. Casa dos Bicos.

Fundação José Saramago. Casa dos Bicos.

Fundação José Saramago. Casa dos Bicos.

Há ainda a loja que vende todas as obras do autor. A edição da Editora Porto é sem dúvida a mais bonita. Além das cores, cada uma tem a caligrafia de algum outro artista, como por exemplo, Chico Buarque e Sebastião Salgado.

Fundação José Saramago. Casa dos Bicos.

Para finalizar, há ainda uma exposição que explica a história da Casa dos Bicos, construída entre 1521 e 1523. Ela faz parte das Muralhas de Lisboa (também chamada de Cerca Moura ou Cerca Velha), sendo que no seu interior contém fragmentos da antiga muralha.

Fundação José Saramago. Casa dos Bicos.

Fundação José Saramago. Casa dos Bicos.

Fundação José Saramago. Casa dos Bicos.

Fotos: O Inverso de Cabral