Dicas

Euro nas alturas! E agora: dá para aproveitar Lisboa?

11 de julho de 2018

 

Euro nas alturas! E agora: dá para aproveitar Lisboa? Quanto levar em euro para Lisboa. Calcular quanto levar de euro para Lisboa.

Foto: O Inverso de Cabral

Em tempos de euro caro, uma dúvida recorrente é: quanto trazer em euros para gastar em Lisboa? Bom, cada um tem um estilo de viagem, de acordo com o gosto e o bolso. Resolvemos, então, fazer uma conta básica levando em consideração algumas variáveis para, quem sabe assim, poder te dar uma ideia. Não consideramos nesta conta os gastos com hospedagem e passagens aéreas.

O ideal é calcular, por pessoa, de 80 a 100€ por dia. Mas não se assuste: é possível curtir Lisboa com menos. No contexto europeu, a capital lusitana proporciona um turismo relativamente barato. Essa quantia é, portanto, parâmetro médio para se aproveitar a cidade com folga, ou seja, desfrutar um restaurante um pouco mais caro, realizar um passeio diferente e fazer compras, evitando utilizar o cartão de crédito (por conta da instabilidade do câmbio, da altíssima cotação das moedas estrangeiras e do IOF).

Precisa gastar menos? Considerando o uso de transporte público, visita a uma atração paga por dia e refeições em tascas e lugares mais em conta:

  • Pequeno almoço (café da manhã): se considerarmos A Padaria Portuguesa como parâmetro o seu gasto inicial começa a 2,50€ no menu.
  • Bilhete para entrar em algum ponto turístico: uma média de 10€
  • Almoço ou jantar em uma tasca: média de 15€ (veja aqui sugestões)
  • Transporte: se carregar o cartão no modo zapping os descolamentos custam 1,30€ por viagem. Vamos colocar como média 4 viagens por dia, que totalizam 5,20€ (post sobre cartão do metrô aqui).

Isso fica em, aproximadamente, 33€. Mas é provável que você queira fazer refeições mais elaboradas, divertir-se com pouco mais de conforto e tomar uns bons drinks. Nesse caso, a dica para gastar pouco é ir ao Bairro Alto e a Pink Street. Lá, encontram-se imperial a 1€, restaurantes a todo preço e drinks na faixa de 3 a 5€.

Mas a grana tá mesmo curta? Como as principais cidades do Velho Mundo, Lisboa é a maior atração. Além disso, principalmente no verão, um programa muito agradável é aproveitar os espaços públicos e os diversos festivais de música que animam as praças e parques da cidade. Tudo absolutamente de graça. As zonas turísticas da cidade são muito bem servidas de supermercados e conveniências (quase sempre de indianos), onde encontram-se bebidas e petiscos a preços muito em conta. Nessas mesmas áreas, existem ainda diversos restaurantes voltados para o turista que quer economizar em refeições rápidas (fatias de pizzas, saladas, piadinas, pitas etc), sem cair no lugar comum.

Não quer voltar de mãos abanando? Selecionamos posts que podem te ajudar a fazer umas comprinhas gastando pouco!

Programe-se. Veja tudo com antecedência e viaje!

  • DULCE PERAZZO12 de julho de 2018 às 15:16

    Amei!!!!

    • Oinversodecabral15 de julho de 2018 às 16:17

      Oi Dulce! Agora falta vc vir! Bjs!