Dicas

Dicas sobre aluguel de carro

10 de julho de 2017

Portugal é um lindo país, de paisagens exuberantes, curtas distâncias e atrações de norte a sul do território continental. Viajar de carro é uma ótima alternativa de turismo.

Alugar um carro em Lisboa para viajar por Portugal ou ir a lugares próximos daqui não é tarefa das mais complicadas. Nossa carteira de habilitação brasileira é aceita e basta se programar com uma certa antecedência para conseguir bons preços.
Normalmente, alugamos na InterRent, que tem bons preços e o serviço é bem ok. Claro que, na alta temporada, pode acontecer de pegar alguma fila, mas isso não tem como prever (ou escapar!).

Alugar carro em Portugal

➸ Na hora de alugar, tenha atenção nos seguintes detalhes:

1) opte pelo serviço de Via Verde nas portagens (pedágios), pois existem alguns que não dispõe de pagamento manual e são apenas eletrônicos. Além disso o sistema é um pouco diferente do nosso. Os preços variam conforme a estrada. Como exemplo, de Lisboa até Porto pode custar em média 22€. O valor será debitado no seu cartão de crédito posteriormente, conforme as portagens que passar.

Portagem eletrônica, sem nenhuma cabine para pagamento. Fotos: O Inverso de Cabral

2) os carros são a gasolina ou gasóleo (diesel) e isso pode influenciar bastante no orçamento da viagem. Além disso, é importante ter atenção no abastecimento. As estradas sinalizam os postos e mostram a quilometragem deles, alguns ficam distantes, por isso é recomendável não deixar o tanque chegar na reserva.

3) Os postos (ou bombas como aqui se chamam) são, na maioria, self-service.

4) Apesar da boa sinalização, GPS é fundamental.

5) Observe se na tarifa ofertada já inclui o IVA, que é de 23%.

As estradas, de maneira geral, são super bem cuidadas, com pouco movimento e bem sinalizadas.

➸ O estacionamento (parques) nas ruas de Lisboa é controlado pela EMEL, portanto, caso vá estacionar na rua e não em parque privado, é necessário pagar. Há máquinas próximas aos locais e as tarifas variam conforme o local e o tempo. Caso não esteja em situações corretas, a empresa pode bloquear ou rebocar o carro, nesses casos tem-se que se pagar a multa (na hora) para que o veículo seja liberado.

Outra dica importante é conhecer, ainda que minimamente, o “Código da Estrada”, correspondente ao nosso código nacional de trânsito. Se pensa em alugar um carro em Portugal, saber quais as regras estipuladas para o consumo de álcool na estrada é uma informação essencial para que possa conduzir em segurança e livre de perigo.

➸ Só poderá dirigir em Portugal com uma taxa de alcoolemia inferior a 0,5 gramas por litro. Se apresentar níveis iguais ou superiores incorrerá numa “contra-ordenação”, cuja gravidade será definida em função dos níveis registados. Se ultrapassar este valor base estará sujeito ao pagamento de multas e outras sanções que podem culminar em processos-crime, dependendo do nível que apresente no momento da medição.

Assim atente: entre 0,5 g/l e 0,8 g/l estará sujeito à proibição de dirigir por um período de um mês a um ano e ao pagamento correspondente de uma multa cujo valor poderá encontrar-se entre 250 € a 1.250 €; se a sua taxa de alcoolemia se encontrar, no momento de medição, entre 0,8 g/l e 1,2 g/l a infração é muito grave, o que irá implicar a proibição total de conduzir por um período que pode ir dos dois meses aos dois anos e a uma multa correspondente a um valor entre os 500 a 2.500€; taxa igual ou superior a 1,2 g/l é considerada crime, punível com pena de prisão até 1 ano ou multa até 120 dias, para além da inibição de conduzir por um período de 3 meses a 3 anos. Ou seja, se dirigir, não beba!

Ainda quanto à regulamentação, a fiscalização do respeito aos limites de velocidade é feita eletronicamente e (ao contrário do Brasil) sem a obrigação de aviso prévio por sinalização. Respeite.

Em contrapartida, as estradas portuguesas são muito seguras e permitem transitar com tranquilidade. Por isso, se puder, viaje de carro. Saindo de Lisboa, vai-se a Évora (1:30h), Porto (3:30h), Fátima (1h), Óbidos (1h), Nazaré (1:30h), Aveiro (2:30), Tomar (1:30), Cascais (o:40h), Sintra (0:30), Coimbra (2:30h) e muitos outros destinos.

Boa viagem! 😉

  • Ana Beatriz Simonetti11 de julho de 2017 às 20:59

    Gostaria de enfatizar a necessidade do VIA VERDE. Se não alugar no momento de pegar o carro, a conta de pedágios pode ficar bem salgada depois! A maior parte dos pedágios não tem recebimento manual.
    Viajar de carro por Portugal é maravilhoso!

    • Oinversodecabral12 de julho de 2017 às 16:59

      Verdade, Ana! Via verde super necessário!