Passeios

“Colocar o Rossio dentro da Rua da Betesga”

29 de agosto de 2017

Andar, ver, provar, conhecer, reconhecer. Fazer turismo em Lisboa, especialmente para brasileiros, é, também, uma imersão na própria história. Conhecer Portugal nos leva a ter uma compreensão diferente de parte dos nossos hábitos, arquitetura  e cultura. De edifícios históricos a meras curiosidades, são pontos carregados de interesse pelos quais é fácil passar sem os notar ou dar-lhes a devida atenção.

A Rua da Betesga (mapa) é um desses lugares cheios de significados para o lisboeta. Com extensão não maior que uma quadra (entre a Rua Augusta e a Rua dos Correeiros), é a menor rua de Portugal. Entretanto, dela muito se extrai. Betesga significa beco, que, provavelmente, era o que lá existia antes do terremoto de 1755.

“Meter o Rossio dentro da Rua da Betesga” é uma expressão bastante popular em Lisboa e serve para descrever aquelas situações nas quais tentamos fazer coisas demais, acima das nossas capacidades ou limites.

Rua da Betesga

Muito embora pequenina, liga a Praça da Figueira ao Rossio (Praça Dom Pedro IV), onde faz esquina com a Rua Augusta, que leva ao Arco Triunfal da Praça do Comercio. Junto à Praça da Figueira e ao pé da Rua da Betesga, fica a tradicionalíssima Confeitaria Nacional (acima), fundada em 1829. Ou seja, do coração da cidade, é uma artéria importante, além de abrigar um restaurante, uma garrafeira e um hotel.

Rua da Betesga

➸ Dica: Da Rua da Betesga tem-se uma das belas visões do Castelo de São Jorge.

Rua da Betesga

Fotos: O Inverso de Cabral e Google Maps.