Cascais

Cascais

23 de agosto de 2017

Partindo de Lisboa em 40 minutos de trem, chega-se a Cascais (20 km de Lisboa), balneário que oferece inúmeras atrações, tanto no verão, quando pode-se curtir as praias, quanto no inverno, altura de ver o espetáculo da Boca do Inferno com o mar revolto e almoçar em ótimos restaurantes. É possível fazer o famoso “bate e volta”, passar o dia por lá, ou mesmo emendar com a ida a Sintra e Cabo da Roca (posts sobre eles aqui e aqui). Tudo depende da sua disposição e do que pretende visitar.

➸ O comboio/trem parte da Estação Cais do Sodré (linha verde) e se seu cartão Viva (falamos sobre aqui) estiver carregado no modo zapping a passagem custa 1,85€ por trecho. O bilhete comprado na hora custa 2,20€ por trecho. Os trens partem de 20 em 20 minutos e o trecho percorrido passa pelas docas, Santos, Alcântara, Balém, praias e Estoril.

Cascais. Partindo de trem de Lisboa

Cascais. Partindo de trem de Lisboa

Cascais. Partindo de trem de Lisboa

Chegando na estação de Cascais, para os adeptos de passeios de bicicleta, há opção para aluguel por 10 € o dia. A empresa oferece também aluguel de Scooters. Veja mais sobre aqui.

Aluguel de bicicleta em Cascais

Estação de Cascais

Cascais

Se seus planos incluem ir a paria, mesmo dentro da vila tem a Praia da Rainha. É uma pequena extensão de areia e tem bares e restaurantes.

Praias Cascais

Na Baia de Cascais também há outra extensão de areia, um pouco maior que a primeira praia

Praias Cascais

Mas se você prefere uma praia mais vazia e mais espaçosa, recomendamos a Praia do Guincho. Fica mais afastada, portanto, sem possibilidade de ir a pé. Por isso, se você não estiver de carro, é melhor pegar um táxi ou uber até lá. Na região, há diversos restaurantes mais sofisticados, uma ótima opção também no inverno para um almoço com vista para o mar.

Praias Cascais. Praia do Guincho

A vila é a parte mais turística. Possui várias lojas, souvenirs e restaurantes

Cascais

Na Baía de Cascais, além da praia, é possível ver a movimentação da cidade. Ali sempre acontecem eventos de música no verão e feiras durante o ano todo com produtos típicos.

Cascais

Prédio da Câmara (Prefeitura)

 Cascais

Uma das vistas mais charmosas: o farol de Santa Marta

Cascais

Cascais

A Cidadela de Cascais é a parte murada, que já foi residência de verão da Coroa Portuguesa e que atualmente abriga o Pestana Hotel, galerias de arte e o Museu da Presidência.

Cascais

Cascais

Cascais

Dali, é possível andar até a Boca do Inferno, que fica a aproximadamente 800 metros de distância. É uma formação natural que possui três níveis de observação. Existem dois cenários possíveis: em dias de verão, com sol e mar calmo, é possível descer quase ao nível do mar e ver a garganta bem de perto. No inverno, com o mar mais revolto, por questões de segurança, costuma-se ter acesso apenas ao ponto mais alto. Entretanto, como forma de nos compensar, o mar oferece um espetáculo incrível.

Cascais. Boca do Inferno

Cascais. Boca do Inferno

Cascais. Boca do Inferno

Cascais. Boca do Inferno

Cascais. Boca do Inferno

Outro ponto legal é a Casa da Guia, espaço que reúne lojas e restaurantes com uma vista linda. Fica há uma meia hora de caminhada do centro.

Por fim, resta dizer que, se você quiser ficar em Cascais, existem ótimas possibilidades de hospedagem. Existem, ainda, diversos outros pontos de interesse para o turista, tais como o Museu Conde de Castro Guimarães, a Casa das Histórias Paula Rego, o Cassino de Estoril e Circuito de Estoril, palco da primeira vitória de Ayrton Senna, mas tudo isso  será assunto em outros posts! 😉

Cascais. Casa da Guia

Cascais. Casa da Guia

Fotos: O Inverso de Cabral

  • RAYANE29 de agosto de 2017 às 08:56

    Adorei o post!! Já quero conhecer

    • Oinversodecabral29 de agosto de 2017 às 16:17

      Vai sim! Cascais é linda! Beijos!!!