Sintra

Cabo da Roca e Praia da Ursa

16 de Maio de 2017

Muito pouco se fala a respeito das paisagens portuguesas. Acredite: são surpreendentes! Muito embora Portugal não tenha uma extensão territorial vasta, dispõe de uma diversidade geoclimática  que impressiona qualquer turista. Desde o norte, com a Serra da Estrela que, em boa parte do ano, é fria e nevada, até o sul algarvio, quente e ensolarado, as terras lusitanas são ricas em lindas praias, planícies, regiões montanhosas (como o Douro) e planaltos que”desaguam” diretamente no oceano em imponentes falésias esculpidas pela água do mar. É o caso do Cabo da Roca e da Praia da Ursa.

Conhecido como o ponto mais ocidental do continente europeu, o Cabo da Roca fica na freguesia Colares, que faz parte do concelho de Sintra. Trata-se de um importante ponto de coordenada para a navegação. Fica a 150 metros de altura do mar, e, por isso, é uma vista impressionante!

Para quem vai a Sintra ou Cascais, nossa dica é dar ali uma paradinha e sentir a imensidão do mar e o poder do vento. Já fomos de carro e taxi (partindo de Cascais). Também há ônibus/autocarros partindo tanto em Sintra como de Cascais (clique aqui) .

Fizemos um video que dá conta da força do vento!

Ao lado, você vai ver indicação para a Praia da Ursa, uma das mais lindas que já vimos!
Para chegar até o ponto de visão há uma trilha de uns 10 minutos de caminhada, por isso, prepare-se!

Mas a vista vale a pena! O nome Ursa vem dessa primeira pedra (a mais pontiaguda), que lembra mesmo um urso a olhar para cima. Diz a lenda que quando a terra era toda gelo, ali morava uma ursa. Quando o degelo começou os deuses pediram que todos os animais saíssem de perto do mar, ela se recusou, enfrentando assim a fúria dos deuses, que a transformaram em pedra.

Para chegar na areia, o caminho é longo, íngreme e, por isso, perigoso. Portanto, todo cuidado é pouco, pois é um relevo bastante acidentado e não existe qualquer estrutura de suporte ou socorro. Chegamos à conclusão que só vale a pena descer até a praia para lá ficar por longos períodos. Não é aconselhável usar calçados instáveis ou desprotegidos. Vá de tênis ou botas que lhe dêem bastante aderência. Descer até a Ursa não é um programa para quem tem medo de altura.

Mas vista é de tirar o fôlego!!!! É ou não é surpreendente?!

Fotos: O Inverso de Cabral