Outras cidades

Braga e Guimarães

5 de junho de 2018

O norte de Portugal é lindo e repleto de cidades super atrativas para o turista. Nessa parte do País, Braga e Guimarães são ótimas opções de roteiro que pode ter na cidade do Porto uma base. A primeira é considerada a cidade mais antiga de Portugal; a segunda, famosa por ser o local onde nasceu o país. Em comum, charme, muita história e a clara influência espanhola da Galiza no português da região (como falamos em outros posts, a troca do V pelo B é uma característica muito presente).

Maior, Braga fica na região do Minho e é um dos maiores centros religiosos de Portugal, reconhecida pelas igrejas barrocas, por solares do século XVIII e por belíssimos jardins. A parte antiga da cidade é imponente, muito embora o comércio dê um estilo de vida moderno, com restaurantes e bares animados. A história da cidade se reflete nas inúmeras igrejas e monumentos, entre os quais destaca-se a Sé Catedral. Numa colina, a cerca de 5 km da cidade, fica o Santuário do Bom Jesus do Monte (veja abaixo), um importante local de peregrinação.

A gastronomia é riquíssima, com receitas tradicionais que incluem bacalhau (cozinhado em centenas de formas distintas), o arroz de pato e iguarias típicas do vale do Rio Minho.

Roteiro Braga e Guimarães

Braga é florida, os canteiros são apaixonantes e dão um colorido especial a cidade.

Roteiro Braga e Guimarães

Roteiro Braga e Guimarães

Os tradicionais bordados da região, chamados “lenços de namorados”, são famosos. A rapariga entregava o lenço ao rapaz pelo qual estava apaixonada. Normalmente, ela usava no cós da saia ou no bolso do avental. Depois, o rapaz passava a usar amarrado no pescoço ou no bolso do casaco como forma de compromisso.

Roteiro Braga e Guimarães

A clássica Pastelaria Tibias de Braga fica próxima ao Arco da Porta Nova

Roteiro Braga e Guimarães

Roteiro Braga e Guimarães

Roteiro Braga e Guimarães

Palácio do Raio. Construído entre 1754 e 55 possui estilo joanino barroco.

A cidade oferece ainda um circuito barroco de igrejas para visitação. São muitas!

Roteiro Braga e Guimarães

Mas, sem dúvida, a mais famosa é a Basílica do Sameiro, no Santuário Bom Jesus do Monte (que fica mais afastada). A escadaria é maravilhosa! Para subir, existe um bondinho (tipo ascensor), de sorte que, para economizar pernas, o ideal é subir nele e descer a pé.

Roteiro Braga e Guimarães

Roteiro Braga e Guimarães

Roteiro Braga e Guimarães

Guimarães é pitoresca e um dos mais importantes destinos históricos do país. Após a sua vitória na Batalha de São Mamede em 1128, D. Afonso Henriques, o primeiro rei de Portugal, escolheu esta antiga cidade romana, talvez por ser sua terra natal, como capital do novo Reino. O centro histórico de Guimarães é um labirinto de  becos e vielas que conduzem à praça principal, o Largo da Oliveira. A melhor época para apreciar o ambiente medieval da cidade é a primeira semana de Agosto, quando são celebradas as Festas Gualterianas (realizadas desde 1452), com um importante mercado de artesanato de estilo medieval, feira de artes e desfile de trajes antigos.

Roteiro Braga e Guimarães

Roteiro Braga e Guimarães

Roteiro Braga e Guimarães

As ruínas do Castelo de Guimarães são famosas. Nele, nasceu D. Afonso Henriques.

Roteiro Braga e Guimarães

Roteiro Braga e Guimarães

Roteiro Braga e Guimarães

O centro histórico é repleto de restaurantes e bares.

Roteiro Braga e Guimarães

Roteiro Braga e Guimarães

Roteiro Braga e Guimarães

➸ Como chegar: partindo de comboio do Porto (estação de São Bento) para Braga, pagamos 3,20€ nos bilhetes por trecho (consulte aqui). De Braga para Guimarães, fomos de Uber e pagamos cerca de 20€. As duas cidades são bem próximas (24 km de distância). Tendo Porto como base, dá para fazer as duas em um único dia e regressar ou também fazer uma por dia e regressar. Se estiver de carro, pode fazer as duas no caminho e por último, se gostar muito de explorar cada detalhe, pode dormir nelas. Mas, como a gente sempre gosta de frisar, cada um tem um estilo de viagem e preferências de programação.

➸ Onde ficar: Dormimos em Braga no hotel Residencial Dora.  Simples, com pequeno almoço bom, localização super ok e ótimo atendimento. Já em Guimarães, não tivemos a mesma sorte! Por um vacilo (quem nunca?!) escolhemos um hotel longe do centro histórico e não gostamos, portanto, fique atento na hora da reserva. 😉

Onde comer: em Braga gostamos muito do Mavy Bar (Rua Dom Diogo de Sousa, 127). Animado e com boa música, ótimo para tomar uns copos.  Em Guimarães fomos a Taberna Trovador (Largo do Trovador, 10), ótima para petiscos variados (as pataniscas estavam deliciosas!) e vinhos.

Roteiro Braga e Guimarães

Mavy Bar em Braga. Fotos: O Inverso de Cabral.